O maior inimigo do crescimento

Existe uma força paralisante, um poder que impossibilita a ação, que entorpece os sentidos e que entrava as atividades do crescimento na vida humana. Esse poder é uma doença virulenta que é capaz de se espalhar rapidamente na estrutura psicoemocional causando grande destruição ao potencial do homem. Essa energia viral é algo inerente à natureza de todos os seres humanos.

Existe uma força paralisante, um poder que impossibilita a ação, que entorpece os sentidos e que entrava as atividades do crescimento na vida humana. Esse poder é uma doença virulenta que é capaz de se espalhar rapidamente na estrutura psicoemocional causando grande destruição ao potencial do homem. Essa energia viral é algo inerente à natureza de todos os seres humanos.

Ela é capaz de anular projetos, impedir a realização de sonhos, fazer morrer empreendimentos, enfraquecer o que é forte e paralisar o habilidoso e poderoso. Quando essa força negativa toma conta da mente, nos faz criar muros altos, montes gigantes, montanhas inescaláveis e obstáculos intransponíveis. Esse poder manifesta-se causando interferência drástica e destrutiva no curso de nossas vidas.

Aqueles que são dominados por esse poder são levados ao recuo, à desistência; são estimulados a voltarem atrás e a não prosseguirem diante dos desafios. Muitos não crescem na vida, não progridem, não alcançam os seus alvos e não galgam alturas em razão da ação dessa força dominadora e escravizadora.

Todos podem ser dominados por ela. Qualquer um pode ficar subjugado a esse poder. Não existe possibilidade de alguém, em algum momento de sua vida, não ter sofrido as amarguras dessa força virulenta. Ela está em ação agora, está se movendo rapidamente fazendo muitas vítimas e dominando-as cruelmente.

Seu domínio pode se estender a todas as áreas da vida de uma pessoa. Ela leva a alma ao desespero, à agonia de morte, a gritos cruciantes e a gemidos angustiantes. Essa força não tem forma nem personalidade, mas pode assumir qualquer forma em qualquer lugar e em qualquer pessoa, tudo depende da abrangência de seu domínio na mente.

À semelhança de um vírus ela tem poder de espalhar-se eficientemente a outras pessoas partindo daquele que está infectado. Poucos são aqueles que conseguem combater essa força viral e pavorosa. Muitos são os que ficam desencorajados em defrontá-la e extingui-la de dentro de si.

Ela emerge de dentro do homem como um sentimento de impotência quando este se confronta com situações desconhecidas, ambientes, coisas ou pessoas que ofereçam ameaças. Sua manifestação não exige motivo real e tudo que, de alguma forma, possa significar intimidação, faz esse poder negativo e dominante manifestar-se.

Sua manifestação súbita e violenta provoca nas pessoas uma série de alterações físicas, nervosas e psicológicas. O agente ameaçador pode ser o mesmo nas pessoas, mas as reações podem ser diferentemente diversas. Essa força atuante desencadeia um sentimento de acuamento e aprisionamento.

Você pode estar agora paralisado em sua vida cotidiana por causa da ação dominadora desse poder virulento. A potencialidade existente em você pode está sendo dizimada e fragmentada por esta força. Ela se manifesta em todas as pessoas e em todos os lugares.

Ela é conhecida por todos e, desde a nossa mais tenra idade, seu poder tenta exercer domínio absoluto em nosso coração. Seu nome é muito conhecido e pronunciado no cotidiano, porém, sua ação é pouco reconhecida, admitida e combatida. Essa força, esse poder, essa ação viral é o MEDO-FOBIA.



O QUE É O MEDO-FOBIA?

O medo-fobia é um sentimento exagerado e mórbido, hiperbólico e demasiado; uma disfunção psicoemocional superior ao normal. O medo “normal” é um mecanismo de aprendizado, proteção e sobrevivência. O medo-fobia é um sentimento cataclísmico no homem que desencadeia uma intensa covardia. Essa fraqueza, o medo-fobia, é a maior força negativa operante entre os homens que na sua atuação provoca um sentimento de acanhamento e falta de coragem.

A estrutura que compõem essa terrível força negativa chamada de medo-fobia, de modo geral, pode ser divida em cinco aspectos que nos fará descobrir a fisionomia deste mal existente na alma humana.

Aspecto 01

Medo-Fobia é a sensação mórbida de insegurança gerada pela sensação de estar sozinho; é vulnerabilidade e instabilidade por sentir a ausência de algo ou alguém que ofereça total segurança.

Aspecto 02

Medo-Fobia é o sentimento exagerado de espanto e assombro sentido quando se está diante do que é considerado maior e mais elevado, impossível de transpor ou vencer. É o sentimento que leva à ação de entocar-se nos antros de si mesmo, nas grutas e cavernas do próprio ser.

Aspecto 03

Medo-Fobia é falta de forças, é fraqueza extrema; é o sentimento de incapacidade; é a sensação da evasão das forças físicas, psíquicas e emocionais, que leva à crença pessoal da inabilidade. Medo é a fraqueza da descrença no potencial que se tem disponível.

Aspecto 04

Medo-Fobia é a sensação mórbida de estar em perigo, sem a assistência imediata necessária; é o pavor de sentir que não existe nada, nem ninguém que possa socorrer. É o sentimento de uma profunda necessidade de ajuda imediata.

Aspecto 05

Medo-Fobia é sentimento de desmoronamento, de queda; é o terror de sentir que não há mais “chão”, que não há mais apoio para os “pés” e que você está caindo. É a sensação de queda sentida na alma que se manifesta através do corpo.

O medo de cair é algo inato do ser humano. É um sentimento congênito, nasce conosco e nos acompanha durante toda a nossa vida. E, em nossa existência na dimensão da matéria, estamos sempre buscando o sólido e o concreto, o “chão” firme da segurança.

Cada um, à sua maneira, busca construir a vida sobre alicerces que gerem confiança, estabilidade e segurança. O novo e o desconhecido representam uma ameaça a nossa estabilidade. As más notícias roubam a nossa sensação de segurança.

Quando o medo surge, dependendo de sua intensidade, é como se um poço profundo tivesse sido aberto; a alma começa a cair dentro deste abismo interior que surgiu, e a sensação da queda manifesta-se no corpo desencadeando uma série de padecimentos.

Como Vencer o Medo-Fobia?

De repente, pela sua visão de vida, determinado fato é sinalizado e aceito por você como um perigo iminente. Nesse momento o medo mórbido eclode e a sua força destrutiva faz desencadear fatores cognitivos e biológicos.

Às vezes, os sinais e os resultados da manifestação do medo-fobia alcançam quase que a sua totalidade. Subitamente a respiração acelera, as mãos começam a ficar geladas e surge uma sensação de perda de controle. Vêm palpitações e uma forte pressão no peito.

Nas extremidades começam os formigamentos, a boca fica seca, manifestam-se suores e dormências, náuseas e até diarreia. Imediatamente surge uma sufocante necessidade de ajuda e começa uma angustiante busca mental por um escape e um refúgio, o que geralmente não são encontrados.

Muitos são os pensamentos negativos que surgem. Eles vão se fortalecendo e intensificando o medo que vai se enraizando e prevalecendo. A ansiedade crescente faz o coração entrar em estado de ebulição. A capacidade racional vai sendo dizimada e não dá para saber o que fazer.

Explode um desesperado desejo por uma ajuda imediata. O coração aflito suplica por um socorro, pelo auxílio de alguém. As lágrimas do sofrimento gerado pelo medo faz a voz interior ecoar, exteriorizando por meio do choro, a dor do coração.

O que fazer? Onde encontrar ajuda? Como sair dessa situação cruciante? Como extirpar esse mal torturante? Infelizmente muitas são as vezes que não há ninguém por perto que possa ajudar. Sozinho (a) não dá para conseguir. Você precisa urgentemente de ajuda, mas lamentavelmente, se vê só.

Continua...



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

Iranildo Ferreira da Silva

Iranildo Ferreira da Silva

Life Coach

Presidente do Instituto Despojadores e do Instituto Live Coaching; Empreendedor; Palestrante; Escritor; Live Coach.

+1
share

Comente

Programa Foco e Gestão com Sulivan França

Artigos dos Membros SLAC Coaching   /   veja mais

Contato / Te ligamos

De segunda a sexta
9:00 - 18:00

+55 (11) 3670-1770

info@slacoaching.org

Av. Francisco Matarazzo
1400 - SP

Sociedade Latino Americana de Coaching

+55 (11) 3670-1770
info@slacoaching.org

São Paulo - Brasil
Centro de Treinamento
Av. Francisco Matarazzo, 1.350
Água Branca - Cep: 05001-100
São Paulo - Brasil
Sede Administrativa
Av. Francisco Matarazzo, 1.400
Água Branca - Cep: 05001-100
CNPJ: 15.229.739/0001-47
Santiago - Chile
Oficina
Suecia 42, Oficina 02
Teléfono: +56 2 2632 5042
Lima - Peru
Oficina
Plaza Ricardo Palma 107 - San Borja
Teléfono: +51 980 037 494
Cartagena - Colômbia
Oficina
Cr 3 6A Esq. Ed. Jasban 407 - B/Grande
Teléfono: +57 5 655 03 01

Conteúdo Registrado ®
Todos os Direitos Reservados
Cópia Proibida.