Comunicação pelos sentidos – PARTE I

Qual é o seu sentido predominante? Com qual canal sensorial você filtra as mensagens externas? Nós somos seres que utilizamos os sentidos para se relacionar com o mundo, nós cheiramos, ouvimos, sentimos, vemos e degustamos. Na década de 70 os fundadores da PNL (Programação Neurolinguística) Richard Bandler e John Grinder, classificaram as pessoas segundo seus estudos em três grupos: V / A / S

Qual é o seu sentido predominante? Com qual canal sensorial você filtra as mensagens externas?

Nós somos seres que utilizamos os sentidos para se relacionar com o mundo, nós cheiramos, ouvimos, sentimos, vemos e degustamos. Na década de 70 os fundadores da PNL (Programação Neurolinguística) Richard Bandler e John Grinder, classificaram as pessoas segundo seus estudos em três grupos: Visuais, Auditivos e Sinestésicos. Cada grupo utiliza a sua preferência sensorial para aprender, se expressar e entender.

O Visuais, tendem a utilizar palavras que indicam imagens, veja o exemplo quando as pessoas com essa predominância descrevem uma cena: Eu vi um jogo de futebol maravilhoso, quando os torcedores viram a bola entrando no gol, você deveria ter visto: todos pulando, os rostos alegres e os jogadores olhavam para a torcida, foi muito bom!

Agora, veja o mesmo exemplo narrado por uma pessoa com predominância Auditiva: Quando o time fez o gol, só deu para ouvir os torcedores gritando, você deveria ter ouvido o coro que os torcedores cantavam: é campeão! Lembrando que as pessoa auditivas utilizam palavras relacionadas a sons, além de gostarem de falar mais que os outros dois grupos.

Vamos sentir agora, como os Sinestésicos descreveriam o mesmo fato: Eu estava lá, sentindo o calor, o estádio estava lotado, e, quando fizeram o gol, todos os torcedores se abraçaram, foi uma energia maravilhosa! Como você deve ter percebido, os sinestésicos utilizam palavras indicando as sensações.

Ao identificar o canal sensorial do interlocutor, a comunicação fica mais fácil, e, ao utilizar as palavras preferidas da pessoa, o mesmo ficará propenso a uma conversa mais aberta e sincera.

“É claro que ninguém é totalmente visual, completamente auditivo nem 100% sinestésico. Naturalmente, somos uma mistura de todos os três. No entanto, em todas as pessoas, um desses sistemas domina os outros (BOOTHMAN, 2012)”

E como identificar a predominância de um cliente, para que a comunicação seja mais tranquila e eu possa apoia-lo de uma forma mais assertiva? Leia o texto “Comunicação pelos sentidos - parte II” e terá melhores resultados.



Informamos que esse texto é de inteira responsabilidade do autor identificado abaixo.

Adriano Betelli

Adriano Betelli

Executive Coach

Life & Executive Coaching, PCC, PECC, pela SLAC. Experiência em PNL. Formado em Educação Física, 2010. Administração e Marketing Esportiva, 2011. Especialista em Fisiologia do Exercício, 2014. site: http://betellicoach.com.br - betellicoach@gmail.com

+1
share

Comente

Programa Foco e Gestão com Sulivan França

Artigos dos Membros SLAC Coaching   /   veja mais

Contato / Te ligamos

De segunda a sexta
9:00 - 18:00

+55 (11) 3670-1770

info@slacoaching.org

Av. Francisco Matarazzo
1400 - SP

Sociedade Latino Americana de Coaching

+55 (11) 3670-1770
info@slacoaching.org

São Paulo - Brasil
Centro de Treinamento
Av. Francisco Matarazzo, 1.350
Água Branca - Cep: 05001-100
São Paulo - Brasil
Sede Administrativa
Av. Francisco Matarazzo, 1.400
Água Branca - Cep: 05001-100
CNPJ: 15.229.739/0001-47
Santiago - Chile
Oficina
Suecia 42, Oficina 02
Teléfono: +56 2 2632 5042
Lima - Peru
Oficina
Plaza Ricardo Palma 107 - San Borja
Teléfono: +51 980 037 494
Cartagena - Colômbia
Oficina
Cr 3 6A Esq. Ed. Jasban 407 - B/Grande
Teléfono: +57 5 655 03 01

Conteúdo Registrado ®
Todos os Direitos Reservados
Cópia Proibida.